terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

ANJO



SONETO

Canta teu riso esplêndido sonata,
E há, no teu riso de anjos encantados,
Como que um doce tilintar de prata
E a vibração de mil cristais quebrados.

Bendito o riso assim que se desata
- Citara suave dos apaixonados,
Sonorizando os sonhos já passados,
Cantando sempre em trínula volata!

Aurora ideal dos dias meus risonhos,
Quando, úmido de beijos em ressábios
Teu riso esponta, despertando sonhos...


Ah! Num delíquio de ventura louca,
Vai-se minh'alma toda nos teus beijos,
Ri-se o meu coração na tua boca!

Augusto dos Anjos

5 comentários:

  1. Esse é especialmente para alegrar o dia da minha querida amiga Mika, clarear a vista...
    oh alegra esse coração kkkkkkk

    oh my God! lol

    ResponderExcluir
  2. nossa fico sem palavras... e oh que não faz meu tipo, mas beleza e coletivo. rs

    ResponderExcluir
  3. mas vamos apreciar a poesia... a imagem é complemento... rsrs

    ResponderExcluir
  4. Contemplação completa....inclusive pela imagem. Obrigada amiga por lembrar de mim nessas horas...ufa que colírio!!!!!!rsrsrs

    ResponderExcluir
  5. kkkk, pode deixar sempre disponivel rsrs

    ResponderExcluir